catarata

Catarata: sintomas, causas e tratamentos

Os olhos são uma das regiões mais sensíveis de todo o corpo, desempenhando uma importante função, a de conceder a visão aos indivíduos, mas, ao mesmo tempo, são suscetíveis a diversos tipos de problemas que podem comprometer o bom funcionamento deles, atrapalhando a capacidade de enxergar. Dentre esses problemas, um dos mais comuns e sérios é a catarata, que faz com que a visão dos pacientes fique embaçada devido à opacidade que afeta o cristalino, uma espécie de lente natural localizada nos olhos. Se não tratada, pode levar a consequências ainda mais graves, como a cegueira permanente.

Sintomas da catarata

O principal sintoma e o primeiro a ser percebido pelos pacientes que sofrem com esse problema é a visão embaçada ou enevoada. Ele faz com que a visão dos pacientes se assemelhe a olhar por uma vidraça embaçada.

Outro sintoma comum é a melhora da visão ao olhar de perto para um determinado ponto. No entanto, essa melhora se desfaz em pouco tempo, tornando novamente a visão embaçada.

As mudanças frequentes na prescrição de óculos são outro sintoma da evolução do quadro em questão, que faz com que seja necessária uma correção das lentes. Além disso, o ato de dirigir, especialmente durante a noite, torna-se impossível, com uma dificuldade ainda maior de se enxergar devido à luz dos faróis.

Todos esses sintomas, aliados ao desenvolvimento da doença, fazem com que as atividades cotidianas se tornem cada vez mais difíceis de serem realizadas, atrapalhando, assim, a vida das pessoas que têm o problema.

Causas da catarata

Essa alteração na visão acontece quando o cristalino, que funciona como uma lente natural para os olhos, torna-se turvo, de modo que a visão é afetada e consequentemente dificultada.

Isso, no entanto, pode acontecer por diversos fatores distintos. Um dos mais comuns para o desenvolvimento da catarata é o envelhecimento natural, que causa um desgaste do corpo devido à idade avançada.

Porém, a doença pode ainda ser o resultado de uma frequente e constante exposição aos raios solares, que geram um desgaste maior aos olhos. Da mesma forma, bronzeamentos artificiais podem causar a alteração, devido à exposição dos olhos à radiação ultravioleta.

Predisposições genéticas, como casos existentes na família, também podem fazer com que se tenham mais chances de desenvolvimento da condição, assim como doenças como a diabetes, o glaucoma ou a retinite pigmentosa.

Tratamento da catarata

O tratamento é feito por meio de um procedimento cirúrgico, no qual é retirada a lente turva localizada no interior dos olhos, essa é substituída por uma lente artificial, que corrige os problemas de visão.

Diferentemente do que acontecia no passado, atualmente, a cirurgia de catarata pode ser realizada já quando os primeiros sintomas se manifestam, evitando que a doença se desenvolva e gere maiores riscos para a visão do paciente, diminuindo, por exemplo, as chances de cegueira permanente.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em Curitiba!

Comentários
Dr. Fabio Sabbag

Posted by Dr. Fabio Sabbag