degeneração macular

O que é degeneração macular relacionada à idade

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é uma das principais causas de perda da visão em pessoas com mais de 55 anos de idade.  Estima-se que 3 milhões de pessoas no Brasil tenham esta complicação.

É uma doença degenerativa da retina que provoca a perda progressiva da visão central. Ela afeta a mácula, região central da retina, usada na leitura, na identificação de detalhes e cores.

Apresenta como principais sintomas visão turva, área escura ou vazia no centro da visão, e distorção na vista.

Causa da DMRI

A principal causa desta alteração na visão é a idade avançada, que provoca a perda de vitalidade das células da retina.

O início da complicação e a gravidade sofrem grande influência da exposição ao sol, tabagismo, hábitos nutricionais e associação com doenças metabólicas e circulatórias como a diabetes e a hipertensão arterial.

A explicação para esse processo degenerativo é devido a depósitos de restos celulares no fundo do olho, que formam as drusas (espécie de cristais no fundo do olho). Essas iniciam a degeneração, porque destroem os fotorreceptores presentes na retina.

Os fotorreceptores, por sua vez, são responsáveis por transmitir a imagem captada em forma de luz, via sinais elétricos para o cérebro, desta maneira a falta desses receptores prejudica a visão, levando à cegueira.

Tipos de degeneração macular relacionada à idade

Existem dois tipos da doença:

  1. Atrófica ou seca: incidem em 90% dos casos, porém é menos grave. Evolui lentamente e provoca perda da visão. Afeta a parte central da visão. Tratamento com medicamentos antioxidantes.
  2. Exsudativa ou úmida: responsável pelos outros 10% dos casos. É mais severa, costuma ter ação abrupta e pode provocar a perda da visão rapidamente. Neste tipo, vasos sanguíneos com vazamento crescem sob a retina. Esta forma da doença tem tratamento com medicamentos antiangiogênicos.

Como evitar

Embora não tenha cura, este problema degenerativo pode ter o avanço contido ao se adotar medidas simples, como uma alimentação saudável.

O Age-Related Eye Disease Study (AREDS), conduzido pelo National Eye Institute, dos Estados Unidos, revelou que um suplemento dietético que contém uma combinação de vitaminas e minerais pode ajudar a reduzir o risco de DMRI.

No estudo, descobriu-se que os níveis elevados de antioxidantes e de zinco pode reduzir o risco de desenvolver o problema em cerca de 25%.

Uma dieta rica em vitaminas antioxidantes (C e E), betacarotenos (ligados à vitamina A), zinco e ácidos graxos (ômega-3) ajuda na prevenção.

 Além da dieta, algumas das ações abaixo podem contribuir para prevenir a degeneração macular relacionada à idade:

  • Adotar uma dieta com ingestão de alimentos pouco gordurosos, com verduras de folhas verdes, frutas cruas, frutas secas e peixe;
  • Controlar peso, pressão arterial e níveis de colesterol;
  • Usar óculos escuros para proteger os olhos da radiação solar;
  • Verificar histórico familiar de alguma alteração ocular e consultar-se periodicamente com um oftalmologista especialista em retina;
  • Evitar o tabagismo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em Curitiba!

Comentários
Dr. Fabio Sabbag

Posted by Dr. Fabio Sabbag